mesa-organica

A madeira PEQUIÁ

Ela pode ser bege-amarelada passando pelo Amarelo, Vermelho e Marrom escuro, a Madeira de Lei ou Reflorestamento é aquela que tem menos alburno e que é portanto mais pesada e mais forte.

 

Uma espécie nobre!

 

Madeira de lei, ou nobre, é aquela que apresenta maior resistência, qualidade e custo em relação às outras, esse tipo de madeira, diferente das comuns, é menos propensa a sofrer os impactos dos ataques de cupins, insetos em geral e umidade.

A História por trás do nome:

Com a chegada de Dom João VI ao Brasil, ficou determinado que algumas espécies de árvores só poderiam ser derrubadas para uso exclusivo da coroa. O material era estratégico, pois era a matéria-prima para a construção de navios, residências e móveis.

Diante desse contexto, nascem as espécies conhecida como madeira de lei. A primeira espécie classificada como madeira de lei foi o pau-brasil. Essa foi uma tentativa do governo português de evitar que o material fosse contrabandeado por navios espanhóis, franceses e ingleses que aportavam na costa do país. Nos anos seguintes, madeiras como o jatobá e a peroba também foram incluídas na categoria de madeira de lei.

 

Após a independência do Brasil essas regras deixaram de valer, mas o nome madeira de lei é utilizado até hoje para definir as espécies mais resistentes e valiosas comercialmente. Com a ampliação do termo, árvores como ipê, mogno, jacarandá e cedro passaram a ser consideradas madeira de lei.

Além do respeito histórico, o móvel TABUA BRASIL DESIGN trás design, qualidade e inovação!